TOPO
SERVI-
ÇOS
OS 3 EIXOS Os nossos programas estão organizados  em três eixos:A — Fazer prospecção e a instalação no Brasil• Tomar consciência das diferenças culturais e das origens das mesmas.
• Compreender o ambiente profissional.
• Conhecer a história, as regras e os hábitos locais.
• Preparar-se para antecipar a gestão de riscos e burocracia.
• Ter noções sobre fiscalização e direito brasileiros. (caso seja necessario, um ficaliste podera ser convidado a desenvolver este tema durante a formação)
B — Trabalhar com brasileiros – Administração e Gestão de Projeto – Aplicação no mundo profissional • Compreender e se integrar bem no ambiente profissional.
• Aprender a detectar as armadilhas e as dificuldades da gestão empresarial à moda brasileira.
• Estar preparado para certos riscos e compreender as reações dos interlocutores locais.
• Compreender as atitudes e os comportamentos deles na empresa.
• Estatutos, papéis e hierarquia: saber interpretar e administrar as relações hierárquicas.
• Gestão de conflito e da comunicação : o aspecto relacional no mundo dos negócios.
• Integração do network.
C — Ser Expatriado – Viver e se integrar no Brasil ou na França.• Partir Bem/Chegar Bem: Preparar a expatriação com entecedência para melhor vivenciar o choque cultural.
• Bem-Estar: Cada pessoas tem o seu papel a desempenhar no projeto de expatriação – Gestão da integração individual e familiar.
    • Cônjuge,
    • Criança/Adolescente,
    • Círculo familiar.
• Viver Bem – Gestão do período no exterior, colocando os melhores trunfos ao seu alcance. Integrar a experiência de expatriação em uma perspectiva profissional e pessoal produtiva.
Objetivos do nosso programa de formação• Compreender os desafios e a sua responsabilidade em um projeto de expatriação.
• Adquirir as ferramentas para melhor administrar a sua integração e ser bem-sucedido na sua missão no exterior.
• Tomar consciência das diferenças culturais de maneira positiva.
• Compreender as fases de adaptação e mudanças pelas quais você e a sua família passarão durante a expatriação.
• Adotar uma boa atitude para administrar melhor o choque cultural e encontrar as suas próprias referências.
• Focalizar em uma adaptação eficaz e bem-sucedida para o profissional e a sua família.